sábado, 9 de fevereiro de 2019

Aquele momento que nada mais importa



...Eu sinto no meu espírito que eu preciso de uma reforma em minha vida. Vejo que as estruturas precisam ser movimentadas criando vazões para o novo. Eu comprometo a me transicionar por completo, quero o novo de Deus!

Creio que hoje temos feito de nossos cultos verdadeiros cerimoniais religiosos. Estamos muito acostumados com a presença de Deus ou, talvez, o que entendemos como presença.
Redijo esta carta debaixo de muita emoção, pois sei que pode parecer um exagero para alguns, mas eu não quero ser encontrado fora do mover da nuvem de Deus. Eu, simplesmente, me sinto tomado por um êxtase de propósitos, minha mente está entrando em dimensões que já sentia saudade há algum tempo.

Uma coisa sei, Deus não habita em altares feito por mãos de homens. O nosso Deus é fogo consumidor, Sua presença se movimenta e nos surpreende a cada geração. Todos que tentaram padronizar Deus, ou segurar a arca, morreram em seu ministério. Eu quero meu chamado, minha paixão pela presença. Escrevo por sentir uma explosão dentro de mim..
Já vivi muitos momentos sobrenaturais em minha vida, mas não quero perder o rastro da glória. O ambiente da presença de Deus não é apenas uma nova música, novas harmonias, novos sons, mas é um ambiente que me transporta para o sobrenatural.
 
Eu quero mais de Deus e mais de sua presença. Creio em uma adoração que liberta, uma adoração que nos transporta para o sobrenatural. Eu acredito que tem um som que vai nos levar a um grande avivamento nacional, assim como o sacerdote quando andava emitia um som pela orla de suas vestes que tinha sinos, eu creio que o sacerdote está emitindo um som para esta geração, mas não são todos os que estão ouvindo esse som. O sentimento que tenho no meio desta adoração é de morte, é isso mesmo, de morte, um sepultamento da carne levado pelos braços do espírito, um arrebatamento consciente, onde não consigo pensar em outra coisa que não seja a presença.

Ap. Joel Pereira – Projeto Vida

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Mobilização dos recursos

Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar? Lucas 14:28

A estratégia para ser bem definida é necessário se saber onde você esta, onde você quer chegar e o que você tem e precisa ter para se alcançar seus objetivos. 

Quando estamos disciplinados em sempre colocar Deus em primeiro lugar nas nossas estartégias de batalha sempre saímos vitoriosos e a vergonha não nos alcança.

Um dos maiores desáfios dos dias atuais é fazer uma avaliação correta dos nossos recursos. Infelizmente não temos uma dificuldade de avaliar nós mesmos, e isso nos traz grande prejuízo para as tomadas de decisão que precisamos fazer. É fundamental aprendermos a ter uma avaliação precisa de nós, pois assim venceremos as dificuldade que nos rodeiam sabendo onde precisamos melhorar e melhorando nessas áreas antes que a dificuldade chegue. Para isso preciso avaliar os recursos que temos psicológicos, físicos, financeiros, emocionais e de todas as áreas que o projeto englobe, pois assim saberemos o que realmente temos o que vamos precisar fazer para alcançar os obejetivos desejados. 

Shalom

Graça e paz

domingo, 13 de janeiro de 2019

As vitórias acontecem com estratégias

Ou qual é o rei que, estando para guerrear com outro rei, não se senta primeiro para considerar se com dez mil homens poderá enfrentar o que vem contra ele com vinte mil? De outra maneira, quando o outro ainda está longe, envia-lhe embaixadores para tratar da paz. Lucas 14:31-32

As vitórias acontecem com estratégias, e as derrotas são conhecidas daqueles que planejam e agem por impulso.

A estratégia é decidida no planejamento é feito antes de cada batalha.

Estou muito feliz por chegarmos ao devocional número 500, pois mesmo tendo sido falho em alguns dias, em outros por intermédio de uma boa estratégia para recuperar os dias perdidos chegamos é esse numero significativo de textos construtivos sobre a palavra de Deus, e também quero lhe parabenizar por acompanhar esse textos até aqui. Por isso hoje vamos falar sobre esse tema tão importante na dinâmica das guerras que temos passado, pois esse é um ensinamento bíblico que precisamos ter sempre em mente antes de dá qualquer passo é necessário se sentar primeiro e traçar uma boa estratégia, que esteja acima dos nossos interesses pessoais e muitas vezes da nossa rezão e entendimento. Nossa estratégia precisa está alinhada com a palavra de Deus mesmo que para isso o resultado imediato nos pareça uma derrota ou uma perda irreparável, pois quando estamos com o Senhor tudo é possível e até a morte se transforma em vida pelo pode desse Deus que é misericordioso. Então se apega a estratégia de Deus para a sua vida que está descrito em sua Palavra e esteja pronto para receber o despojo dessa guerra que parece não ter fim, mas se permanecermos fiel o fim estará próximo e os despojos já estão vindo na nossa direção, por isso permaneça firme confie no Senhor e desenhe seus projetos guiados pelas estratégias de Deus que tudo ficará bem.

Shalom
Graça e paz
Prs. Elton e Elisangela  Bezerra

sábado, 12 de janeiro de 2019

Identifique o verdadeiro inimigo

Escuta a minha oração, ó Deus, não ignores a minha súplica;  ouve-me e responde-me! Os meus pensamentos me perturbam, e estou atordoado  diante do barulho do inimigo, diante da gritaria dos ímpios; pois eles aumentam o meu sofrimento e, irados, mostram seu rancor. Salmos 55:1‭-‬3

Silenciar os barulhos externos e internos é de primordial importância, para ouvirmos a voz de Deus vindo em nosso socorro.

Quando não contratamos as emoções não conseguimos identificar o nosso verdadeiro inimigo.

Toda conquista que conseguimos alcançar não se dá apenas pelo que conseguimos fazer na hora da batalha, isso é a apenas a ponta do iceberg, pois o que tem maior relevância para a sua conquista é o tempo que você dedicou para se preparar até aquele grande dia. Para um bom preparo é de fundamental importância indentificar o verdadeiro inimigo, pois quando estamos focados na coisa certa nenhum barulho interno ou externo nos tirará da direção certa, e assim permanecemos de olho no verdadeiro inimigo, no que realmente pode nos dá a vitória. No momento da guerra as emoções precisam está silenciadas dentro de você, para que a turbulência das suas emoções não seja aliada com o barulho dos tambores dos seus inimigos inserindo o medo em seu coração. Levante a cabeça e foque no alvo não se desviando do seu objetivo, pois o inimigo é astuto e quer nos cansar com batalhas desnecessárias para que na hora do nosso confronto com Ele estejamos desgastados, mas quando mantemos o foco surpreendemos o nosso inimigo colocando em prática o que aprendemos com o General de guerra Yeshua, por isso saímos vitoriosos e o inimigo que nos perseguia por um caminho fugirá por sete e não conseguirá fugir de nós.

Shalom
Graça e paz
Prs. Elton e Elisangela  Bezerra

Lutar a batalha certa

Foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de dores e experimentado no sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não o tínhamos em estima. Isaías 53:3

Toda guerra tem barreiras e padrões à serem vencidos.

Para se conquistar o território para Deus governar precisamos romper com as barreiras.

O maior vencedor de todos os tempos é Yeshua, e a sua estratégia de batalha é o que nos dá esperança de vitória, pois teve uma sabedoria incomum vinda de Deus para lutar a batalha certa contra o verdadeiro inimigo sem sair do foco, por isso pode ver as vitórias acontecerem mobilizando os recursos necessários. Seguindo o exemplo de Jesus é necessário ter o entendimento de qual batalha estamos lutando, para ter certeza de que é a batalha certa, pois quando estamos nas nossas batalhas e estamos com Deus Ele luta em nosso favor, mas quando entramos em guerras alheias estamos sozinhos e Deus não nos acompanha e ainda para de lutar as nossas guerras. As batalhas certas são as batalhas do reino de Deus, porque quando lutamos as guerras de Deus Ele não nos desampara e também luta as nossas guerras, e assim saímos vitoriosos porque o Senhor é bom e com Ele não experimentamos derrotas, pois mesmo quando o mundo está vendo uma derrota Deus abriu os olhos para ver a vitória mesmo no meio da perda que sofremos.

Shalom
Graça e paz
Prs. Elton e Elisangela  Bezerra

Jejum e oração traz revelação

Onde não há revelação divina, o povo se desvia; mas como é feliz quem obedece à lei!
Provérbios 29:18

Ter acesso a revelação divina é uma batalha diária.

Obedecer as leis de Deus é o segredo para ter dias felizes.

Muitos de nós desejamos ter uma revelação divina da palavra de Deus, pois sabemos que por intermédio dessa revelação nós e quem também vinher escutar não se desviará. Para se ter revelação divina precisamos também ter uma vida de oração é jejum pelos cristãos e pelos perdidos. Esse deve ser o nosso esforço de buscar a revelação para poder ganhar a alma dos perdidos, que estão sedentos e esperando essa palavra reveladora para mudarem de vida e adentrar o caminho do Senhor. Então lhe convido para essa vida de jejum e oração que a revelação divina será entregue para você ter a chave de acesso aos perdidos, portanto não negue a revelação que Deus tem te dado, e divulgue para alcançar os sedentos.

Shalom
Graça e paz
Prs. Elton e Elisangela  Bezerra

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

O sabor e fragrância

A figueira produz os primeiros frutos; as vinhas florescem e espalham sua fragrância. Levante-se, venha, minha querida; minha bela, venha comigo. Cântico dos Cânticos 2:13

Jesus está voltando e nós como sua noiva precisamos nos preparar para subir com Ele.

Quando começarmos a frutificar e exalar o bom perfume de Cristo o volta do Senhor estará próxima.

A figueira Israel já começou a produzir seus frutos, pois a palavra de Deus tem se espalhado pelo mundo como um fruto tão saboroso que só de ouvir falar as pessoas querem se deliciar com Ele. A vinha que é Judá e as nações da Terra já está florescendo cada dia mais, pois quando recebemos Yeshua como Senhor e Salvador da nossa vida florecemos no reino de Deus, e começamos a espalhar o bom perfume de Cristo quando nos alimentamos desse fruto saboroso da figueira e não ficamos só para nós, mas compartilhamos com todos que queira provar dele também. Esses sinais virão antes da volta de Jesus, então precisamos nos esforçar continuamente de compartilhar o bom perfume de Cristo, pois em breve Ele virá pegar sua noiva, e nos estaremos com uma multidão para seguir conosco para as moradas  celestiais que Ele já preparou.

Shalom
Graça e paz
Prs. Elton e Elisangela  Bezerra